Novo capítulo da ‘ditabranda’*

General deixa posto no Rio com elogios ao golpe militar de 1964

Último aspirante a oficial em 1964 a deixar a ativa, Luiz Cesário da Silveira Filho classificou episódio de “revolução democrática”


Comandante substituído ontem do Comando Militar do Leste, o general Luiz Cesário da Silveira Filho despediu-se do cargo com um discurso exaltando o golpe militar que depôs o presidente João Goulart, em 1964, ao qual classificou de “memorável acontecimento”. [nota do blogueiro: percebam o saudosismo…]


sente o drama da figura… não tenho nada contra envelhecer – sem dignidade é que é o grande problema


Na presença do comandante do Exército, Enzo Peri, Cesário narrou sua participação na “histórica operação cívico[? – sic]-militar” (…)

Segundo o general, a ação dos militares pode ser chamada de “revolução democrática de 31 de março de 1964, por ter evitado o golpe preparado pelo governo de então contra as instituições democráticas do país”.

Lamentável. Trechos aleatórios da matéria assinada pelo Raphael Gomide na Folha de hoje.

Agora a pergunta que não quer calar: até quando seremos obrigados a suportar asneiras públicas de arcebispos, generais, e até presidentes (vide a já folclórica ‘marolinha’), hein??

 

*’ditabranda’

Anúncios

3 comentários em “Novo capítulo da ‘ditabranda’*”

  1. Srs.

    ideologias a parte, o Estado de Direito que vivemos no Brasil não decorre de movimentos de esquerda àquela época.

    Movimento cívico, sim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s