Eu tenhoo, você não te-em

Defensor do “socialismo do século 21”, o presidente Hugo Chávez provocou uma febre de consumo digna do capitalismo mais selvagem ao se transformar em garoto-propaganda do primeiro celular fabricado na Venezuela. Lançado no fim de semana do Dia das Mães, o produto gerou filas de centenas de pessoas e se esgotou rapidamente nas lojas do país.

(…)

Nas últimas semanas, Chávez tem promovido o celular em suas várias cadeias de TV. Recentemente, brincou que quem não tem o aparelho “é um zero à esquerda” (…)

Chávez batizou o aparelho com o nome de “vergatário”, palavra que pode tanto significar algo muito bom como um homem com o pênis grande. (Na maior parte dos países que falam espanhol, “verga” é a forma chula para se referir ao pênis (…)

Feito na Venezuela a partir de peças chinesas, o “vergatário” é má notícia para o Brasil, já que os celulares são um dos principais produtos de exportação ao vizinho.

Presidente faz celular virar sucesso de vendas

Anúncios

Uma opinião sobre “Eu tenhoo, você não te-em”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s