Jornal de domingo: Raul Seixas, Móveis Coloniais e +

Defeitos: ‘rou unha + / sou medroso ++ / sofro de claustrofobia ++ / (masturbo) +++

Meninas que namorei: 54 – Maria de Fátima… nem uma colada; 55 – Glorinha… Topava tudo, uma vassoura lascada.

(…) segundo relato feito pelo cantor em uma música, ele chegou a dar autógrafos no garimpo [de Serra Pelada] enquanto defecava num buraco.

As duas primeiras do diário de Raul Seixas, todas elas tiradas da coluna da Mônica Bérgamo na Folha de S. Paulo sobre o filme que está sendo feito sobre o músico.

 

moveis

Em Idem, o Móveis Coloniais de Acaju lembrava um Karnake o mundo não precisa de dois Karnaks.

Daqui.

 

(…) empregar a metáfora de um “ecossistema” [à internet, por exemplo] é um conceito reconfortante: à medida que morrem as formas de vida velhas [o jornalismo impresso], nascem outras novas.

Mas você está tomando algumas árvores [a ‘blogosfera’] por uma floresta.

Resposta do intelectual Paul Starr ao entusiasta das novas mídias Steven Johnson, em troca de correspondências publicada no Mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s