Hipopótamos!

hipo

(…) desgarrados, sem dinheiro, mas pouco inclinados ao trabalho convencional e ávidos por novas experiências. Do ócio eles tiram sua razão de ser, vagando de bar em bar, promovendo festinhas em apartamentos minúsculos, regadas a álcool, drogas e muito papo cabeça. “Enquanto você estiver criando alguma coisa, tudo bem. O único pecado é desperdiçar as suas potencialidades”, diz o ainda adolescente Philip, ecoandoavant la lettre um ingênuo mantra beatnik, depois de mamar numa garrafa de Canadian Club que sua amiga lésbica Agnes afanou de um bar, e tossindo a fumaça da maconha ruim que Dennison lhe apresentou.

Meu, tô querendo muito esse livro, tipo assim, agora, tá ligado?? (E os Hipopótamos Foram Cozidos em seus Tanques, primeiro trabalho publicado tanto de Willaim S. Burroughs quanto de Jack Kerouac).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s