Jornal de domingo – passado: Big Brother

Na esquina da casa de Orwell, que fica em Canonbury Square, Islington, ao norte de Londres, nada menos do que 32 câmeras controlam cada movimento dos bípedes – e também quadrúpedes – que circulam por ali. E talvez não seja demais lembrar que a Inglaterra, terra natal do escritor, tem uma câmera apontada para cada 14 habitantes (são 4 milhões delas). Como se não bastasse, o olho virtual do serviço de um gigante da internet já pode invadir qualquer lar descuidado com suas câmeras abelhudas, tornando real a ameaça de Orwell. De resto, é só imaginar todo esse arsenal – somado às armas atômicas de destruição em massa – nas mãos de um lunático como o ditador da Coreia do Norte para concluir qual será o fim dessa história. Melhor não.

OESP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s