Jornal de domingo, 1: Médico, louco e sambista pra gringo ver (ao som de Terra Samba, WTF??)

(…) O ator, pouco afeito a entrevistas, mostra sinais de inquietude e se prende a detalhes para manter a concentração, como enumerar todas as marcas de gravadores dos repórteres.

A estratégia é similar à que usa para vencer o nervosismo em cena. Questionado sobre o assunto, rebate ironicamente que se controla à base de fartas doses de vodca para em seguida explicar que procura criar distrações para a mente em cada tomada, como fixar a atenção em um determinado ponto do cenário.

Folha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s