Chegou a hora: evento internacional, Tarrafa Literária acontece no feriadão em Santos

Vai ficar ‘de bob’ em Santos no feriadão da Independência? Vem pra cidade e quer fugir do esquema praia-shopping-balada de playboy??

Uma dica de evento inédito é a Tarrafa Literária, que começa amanhã (quinta, 03) com um pocket-show de Arnaldo Antunes fechado para convidados, e vai trazer diversos autores para discutir sobre jornalismo, filosofia, e até futebol e surf – além de literatura, é claro.

Tudo isso no belo cenário do Teatro Guarany, no Centro Histórico de Santos, ao lado da Cadeia Velha (Oficina Cultural Pagu) e da rodoviária do Valongo, a pouquíssimos minutos da entrada da cidade, ou seja, uma mão na roda pra que vem de fora.

A entrada para cada mesa (são duas por dia, uma de tarde e outra a noite) ‘custa’ um livro usado. Na praça dos Andradas, onde fica o Guarany, existem quatro sebos para quebrar o galho de quem quiser participar.

Mas não para por aí: a programação ainda traz atividades para a criançada na Tarrafinha (inspirada pela Flipinha) e uma ‘pelada’ entre autores em plena Vila Belmiro, na manhã do último dia do evento, segunda, 07/09 (veja programação completa).

Não conhece os autores já confirmados? Papagoiaba apresenta agora um breve caminho das pedras com alguns dos melhores highlights da Tarrafa:

kotscho

O Ruy Castro é mais conhecido como biógrafo (de Garrincha, Carmen Miranda – o vinil na foto é dela) e pela coluna na Folha. Lançou recentemente O Leitor Apaixonado, em que esmiuça a relação que mantem com os livros.

Já o Ricardo Kotscho é uma lenda viva do jornalismo brasileiro, leitura obrigatória em qualquer universidade de comunicação. Chefiou a área de imprensa e divulgação no início do governo Lula.

Kotscho media a primeira mesa sobre Os livros dentro dos livros, com o Ruy e ainda a Heloísa Seixas, ‘bendito fruto’ desta Tarrafa, às 16h de sexta, 04/09.

mercer

No mesmo dia, só que às 19h, tem o o autor canadense Jeremy Mercer, uma das atrações internacionais. Ele foi hóspede da lendária livraria parisiense Shakespeare and Company, que cobra a produção de textos pela estadia.

Na mediação da mesa Os livros dentro dos livros 2José Luiz Tahan, da Realejo Livros, promotora do evento.

(não, o Chico não vem)

Sabadão, dia 5, começa com a mesa Ficção, a mentira sem culpas (16h), com o Milton Hatoum da foto (ao lado do Chico na última Flip). Amazonense, ele é tido como o maior escritor nacional vivo, autor do já clássico Dois Irmãos e do recente A Cidade Ilhada.

Quem também integra a mesa é André Laurentino, promessa da publicidade e da literatura. Outro colunista da Folha, além de autor e roteirista de TV (Retrato Falado com Denise Fraga no Fantástico) e cinema (documentário Pelé Eterno), o santista José Roberto Toreiro faz a mediação.

mutarelli(Mutarelli superstar)

Às 19h do mesmo dia tem Lourenço Mutarelli, quadrinista que ganhou fama mesmo com a história d’O Cheiro do Ralo, adaptada para o cinema com Selton Mello no papel principal e o autor como coadjuvante. Mas vem aí nova adaptação de um trabalho do Mutarelli para a tela grande, O Natimorto, que já teve versão para o teatro e desta vez vai trazer o criador da obra como protagonista.

Até peça transmitida pela internet com o Zé do Caixão esse Mutarelli faz…

A mesa Mentiras, culpa da Ficção ainda traz Marcelo Mirisola, com mediação novamente do Zé Luiz Tahan (que já fez a ilustração de capa para um livro do Mirisola, o Animais em Extinção).

 

No domingo, o mesmo Laurentino Gomes de outro dia aqui no Papa, divide a mesa Jornalistas além muros com Jorge Caldeira, medidados por outro baluarte do jornalismo brasileiro, Zuenir Ventura, às 16h.

Filósofos além muros é o tema da discussão que começa às 19h, com Márcia Tiburi (do programa Saia Justa, do GNT) e o alemão Theo Ross, que promete encantar (e cantar – sério!). Mediação de Mona Dorf.

(não, a Clarah não vem – mas bem que poderia!)

O último dia do evento no feriado de segunda-feira, 07/09, tem o bamba Xico  (Twitter) e o americano ‘naturalizado’ brasileiro (e colunista d’O Estadão) Matthew Shirts, na mesa Futebol e literatura, paixão nacional, com mediação do jornalista Vladir Lemos às 16h.

O evento termina às 19h com a mesa Livros que molham (calma que já vem a explicação) com o… hum, ‘navegador’ e escritor Amyr Klink e o australiano Tim Winton, autor do bom Fôlego, ‘romance de formação’ (ou de passagem da infância para a vida adulta) ambientado no começo do universo surfista daquele país. Mediação do Arthur Dapieve, que escreveu a ‘orelha’ da versão brasileira do livro de Winton.

 

Só lembrando que todos os autores autografam os livros depois das mesas de discussão, e que você pode conversar comigo no espaço montado para venda de livros no evento. É só me procurar com a camiseta da Tarrafa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s