Vereador de Santos quer retirar semáforos e pontos de ônibus para dar fluidez ao trânsito

Foi com um certo ar de espanto que eu li primeiro na internet (e depois fiz questão de comprar a edição impressa do Diário do Litoral em que a matéria foi publicada), sobre a proposta de um vereador de Santos, o Odair Gonzalez, para reduzir o número de semáforos na cidade, e assim aumentar a fluidez do trânsito.

O Sr. Gonzalez com certeza não deve morar nas proximidades da av. Ana Costa, onde este escriba reside e presencia diariamente dois dos efeitos colaterais da nossa sociedade viciada no automóvel: 1) no horário em que eu escrevo este texto, por volta de 2h50 da madrugada, a avenida se torna uma verdadeira pista de corrida/rachas, imagine então com menos semáforos de que jeito seria…

E 2) o sinal verde para o pedestre atravessar a rua demora DEMAIS para acender (os carros, mais velozes, acredite, é que tem preferência). E não é só: o tempo para travessia dos transeuntes é EXTREMAMENTE pequeno (o cruzamento entre a av. Ana Costa e rua Pedro Américo, numa das esquinas do hipermercado Extra, não me deixa mentir).

Entende-se que o número de carros nas ruas da cidade deva aumentar com a chegada de várias empresas (e consequentemente, pessoas) no embalo pela instalação do escritório da Petrobras que vai gerenciar as descobertas do pré-sal na Bacia de Santos.

Mas o pensamento do vereador vai contra as atitudes sensatas da CET santista de, por exemplo, criar dois corredores de ônibus durante os horários de rush no começo e fim do dia na Ana Costa (com previsão de outros em vias movimentadas da cidade).

Agora, o cúmulo

Mas o sr. Gonzalez não para por aí: ele também sugere a retirada de um terço dos pontos de ônibus da cidade (!!!) com o mesmo propósito de melhorar a fluidez do trânsito de Santos.

Eu pensava durante a leitura da matéria, ‘mas e o cidadão que trabalhou o dia inteiro, está todo quebrado no fim do expediente, e agora vai ter que andar mais para chegar a um ponto e pegar o ônibus de volta pra casa?’.

E foi quando o texto veio com a resposta, nas palavras do sr. Gonzalez:

‘Com estas medidas estamos incentivando tanto o desenvolvimento econômico quanto a saúde do cidadão. O passageiro ao procurar um ponto de ônibus irá caminhar um pouco mais, incentivando as caminhadas, os exercícios físicos, combatendo o sedentarismo, o estresse e, consequentemente, aumentando sua expectativa de vida’.

É mole?

Você se preocupa com a saúde e a expectativa de vida da população, sr. Gonzalez? Bom, retirar semáforos não é uma boa idéia, porque, lembra daquelas aulas no primário?: eles são a garantia de segurança do pedestre. Quanto menos deles, mais atropelamentos, mais MORTES, sr. Gonzalez, e isso não tem nada a ver com ‘aumento da expectativa de vida’, não é?

Ah, mas o senhor quer aprimorar a saúde do santista? Pois não! Que tal investir em mais opções esportivas e de lazer, por exemplo, hein??

Para o distinto [sic] vereador, #fikadika para a leitura de um texto:

Crônica de uma morte à toa, a de Adriano da Fonseca
Para perder a vida no trânsito, você só precisa andar na linha, como ocorreu com o ajudante de sapateiro

Crônica de uma morte à toa, a de Adriano da Fonseca
Para perder a vida no trânsito, você só precisa andar na linha, como ocorreu com o ajudante de sapateiro


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s