Se ele fosse um pouco mais chato…

*Desejo e Reparação

Mas ler seus livros parece ser divertido demais. No mundo das avaliações literárias sérias, a diversão – e a popularidade que ela tende a gerar – é um hóspede incômodo. Caso os romances de McEwan fossem um pouco mais longos, um pouco mais prolixos, um pouco mais chatos, ele estaria isento dessa acusação.

Da resenha do novo livro do Ian McEwan, Solar, lançado ‘na gringa’ este mês. Resenha publicada no caderno Mais!, da Folha – há uma ‘carinha’ atrás já, e infelizmente fechada só pra assinantes do jornal e/ou do Uol (mas já devidamente surrupiada e disponível aqui).

Anúncios

Uma opinião sobre “Se ele fosse um pouco mais chato…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s