Orgias tragicômicas

Hoje, predomina um teatro corporativo sobre costumes ou sobre a incomunicabilidade do ser humano. Isso é velharia. Esses críticos dizem que o Oficina é desconfortável, as peças são longas, é imoral, tem gente pelada. São um bando de infelizes que vão ao teatro buscar autoajuda, uma solução para seus draminhas.

Caguei para o drama. Aqui, fazemos orgias tragicômicas.

José Celso Martinez Corrêa na Época São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s