Um pouco de poesia para a noite de sábado de vocês… Oh, wait

É possível esperar da poesia alguma intervenção significativa no debate cultural, de ideias?

A mesma de sempre: lerda como um cágado, falando baixinho a ponto de quase não ser ouvida, transparente a ponto de quase não ser vista – mas absolutamente fundamental.

Nuno Ramos, no Guia da Folha mensal, de livros, música e filmes.

+arte&sociedade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s