Laerte e o velhinho no banheiro masculino

O cartunista Laerte Coutinho, de 60 anos, que em 2009 decidiu passar a se vestir como mulher, usar brincos e pintar as unhas de vermelho, está dentro do banheiro masculino quando entra um velhinho. Ao se deparar com a figura de cabelos grisalhos lisos num corte chanel, saia e salto alto, em pé diante do mictório, o homem estaca. ‘Não se preocupe, o senhor não está no banheiro errado’, diz Laerte. E o idoso, resignado: ‘É, eu estou é na idade errada’.

A era do pós-gênero?, na Carta Capital de setembro, mas que só li agora na nova (e ótima) revista Samuel.

UPDATE:

Tem a ver: Otto Guerra na prancha do Piratas do Tietê

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s