Take back the city

(…) Cada um de nós tem um mapa mental muito reduzido de sua própria cidade. Ele é formado pelos locais nos quais trabalhamos, moramos, nos divertimos; onde nossa família ou nossos amigos moram, onde estudamos ou por onde passamos.

Quando os mapas mentais da população não se encontram, a cidade passa a ser um arquipélago de bairros e não um sistema interconectado. Entender a cidade como cidade requer que cada um de nós expanda seus mapas mentais.

Aqui

+arte&sociedade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s