Dylan sujinho e sofrível, mas…

(…) ‘Ele era absurdo, novo e sujinho além da conta, mas cativante’.

(…) ‘Tocava violão de maneira tosca, e estou sendo caridoso ao dizer isso, e como gaitista era apenas sofrível, mas tinha um bom som, uma ideia e um ponto de vista. Estava muito desencantado com o sistema social. Eu o incentivei a colocar toda a hostilidade dele na música, achei que desse jeito poderíamos chegar ao verdadeiro Bob Dylan’.

O instinto germinal de Dylan pela música, pelo folk e pelo blues era tão forte que algumas das canções foram gravadas em apenas dois takes. Os únicos problemas aconteciam quando Dylan, perto demais do microfone, fazia pipocar a letra P ao cantar.

O caipira urbano

+música

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s