Jornal de domingo: Chico Buarque, o socialista, e a fita engolida

‘Lá [em Cuba] todos pensam da mesma maneira, pois todo o povo está integrado ao processo revolucionário. O Brasil, para atingir o socialismo, deveria passar por um processo revolucionário idêntico ao cubano. O mundo todo caminha para o socialismo. Inevitavelmente, mais cedo ou mais tarde, todos os países serão socialistas’. [Chico Buarque]

( . . . )

Na delegacia, o jornalista [Fernando Morais] enfrentou o primeiro embaraço: engoliu uma minifita cassete na qual tinha gravado, de forma amadora, uma apresentação de Chico Buarque no Teatro Karl Marx, em Havana ( . . . ) Muitos exilados brasileiros assistiram ao show.

O jornalista, que deglutiu a fita para não entregar ninguém, lamenta que nunca mais conseguiu recuperar o material. ‘Foi parar no rio Tietê’, brinca.

Trechos da matéria publicada hoje no caderno Ilustríssima, da Folha de S. Paulo, sobre a perseguição da ditadura aos artistas do período.

+Chico

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s