A morte de Vladimir Herzog e o atual presidente da CBF, José Marin


(me lembrou Palpatine)

‘(…) O presidente da CBF fez campanha contra a direção da TV Cultura, o que resultou na morte do meu pai’ (…)

(…) a partir de seus discursos na Assembléia de Legislativa de São Paulo, em 1975,  Marin foi responsável pela prisão que acabou no assassinato do jornalista.

‘O então deputado Marin se desfazia em elogios ao torturador Sérgio Paranhos Fleury e ao seu bando, assim como engrossava ‘denúncias’ sobre a existência de comunistas na TV Cultura, cujo jornalismo era dirigido por Vlado’, assinalou [Ivo, filho dele].

Tirado daqui;

Papagoiaba no Facebook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s