Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço: revelações sobre sexo gay DENTRO da igreja católica

(…) Pela primeira vez, a palavra ‘homossexualidade’ foi pronunciada e lida em voz alta a partir de um texto no apartamento de Ratzinger.

(…) um escândalo de 2010, quando foi descoberto que um membro do coro da capela musical da basílica de São Pedro, o nigeriano Chinedu Eheim, oferecia serviços sexuais com menores, incluindo seminaristas. Os encontros aconteciam numa vila fora de Roma, numa sauna, num centro estético e no próprio Vaticano.

A história tinha como protagonista Angelo Balducci, o presidente do conselho nacional italiano de obras públicas, que teve seu telefone interceptado por suspeita de corrupção. Eheim teria dito em uma gravação para Balducci:

‘Só te falo que tem dois metros de altura, pesa 97 quilos, tem 33 anos e é completamente ativo’.

Via A Capa;

Papagoiaba no Facebook

Anúncios

Uma opinião sobre “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço: revelações sobre sexo gay DENTRO da igreja católica”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s