Wagner Moura >> ‘ficaram assustadíssimos quando saí mancando, com a voz rouca e gesticulando’

Wagner Moura / Rolling Stone / Daniel Klajmic

‘Não era nada disso que eu queria’, é o que ouve Wagner Moura do diretor sul-africano Neill Blomkamp (‘Distrito 9’) na primeira leitura do filme ‘Elysium’, que estreia no Brasil no dia 20.

O brasileiro tinha chegado bem preparado para o primeiro trabalho em Hollywood, cenas decoradas e um jeito de falar e andar que treinou em casa.

O diretor, os produtores e os outros atores do filme, nomes como Matt Damon, Jodie Foster e Alice Braga, estão com o texto na mão. A leitura é o momento em que os atores entendem o ritmo um do outro, e o diretor vê seu time unido pela primeira vez.

Mas Wagner, 37, chega pronto e resolve mostrar o que tem. ‘Todo mundo leu, eu botei meu roteiro de lado e saí fazendo o personagem, com voz rouca, mancando para lá e para cá, gesticulando muito’, lembra. ‘As pessoas foram ficando assustadíssimas’. No final, o diretor o chama de lado e sentencia: ‘Não era nada disso que eu queria’. Mas complementa: ‘Gostei, vamos investir’.

Serafina

Matt Damon e a merda na cara em #Elysium

Tenha um bom (e violento!) fim de semana no cinema – mas só dentro da sala do cinema!

Papagoiaba no Facebook

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s