Arquivo da categoria: internet

Parecem refugiados, mas são os presos nos #protestos

Duas fotos dos #protestos de hoje, dia do professor

Papagoiaba no Facebook

Anúncios

‘Nunca antes um laptop pareceu tão sexy ou poderoso’

‘O Quinto Poder’ está cheio de cenas de Assange abrindo seu computador com um gesto decisivo. Nunca antes um laptop pareceu tão sexy ou poderoso.

WikiLeaks invade as telas com novo filme

+Assange

Papagoiaba no Facebook

Grand Theft… FAKE [real??] market

Há a Fruit Computers, ‘a maior religião do mundo’, referência à Apple; o Lifeinvader, ‘rede social e serviço de coleta de dados’, o Facebook do game; a firma de advocacia Slaughter, Slaughter & Slaughter (‘slaughter’ é ‘matador’ em inglês), ‘há 30 anos ajudando pessoas ricas culpadas a escaparem da cadeia’; e muitas outras.

Game ‘GTA 5’ oferece seu próprio mercado financeiro

+arte&sociedade

Papagoiaba no Facebook

O Restart reergueu a MTV >> mas o Criolo e o Emicida a mataram [what??]

Em 2009 apostamos na banda Restart, foi um risco que gerou um alto ibope. Risco porque nos rendemos além da conta ao movimento criado pela banda. Quando, em 2011, voltamos a ser conceitual, acreditando nos trabalhos de Emicida e Criolo, o ibope caiu.

Zico Goes, diretor de programação da [moribunda] MTV

M[illenials]TV

Papagoiaba no Facebook

M[illenials]TV

A MTV Brasil vai morrer a 20 dias de seu 23º aniversário. Chegou à maioridade, mas talvez não tenha nascido destinada a alcançar, de fato, a maturidade. Afinal, maturidade é coisa à qual juventude nenhuma sobrevive. […]

Quem tem saudade da programação dos ‘velhos tempos’ e sonha com a volta do Disk MTV, no entanto, pode começar a aceitar os cabelos brancos. A nova MTV é para o novo jovem, o tal millennial. ‘Temos de lembrar que os jovens na época do antigo Disk MTV ou de atrações já não são mais os mesmos. O tempo passou, o mundo mudou, as redes sociais estão aí, precisamos pensar com a cabeça do jovem de hoje, não com a do jovem de ontem’, define [Thiago] Worcman [‘marido de Carolina Dieckmann’].

Na Rolling Stone [volte ao link daqui a uns dias pra ver se já liberou]

TEM A VER – Por que a geração Y [millenials] é infeliz?

+tv
+arte&sociedade

Papagoiaba no Facebook

O Jorge Furtado tem uma opinião sobre celulares em shows

I like to use my phone as a lighter at concerts : )

[…] Acho que a experiência pessoal ao vivo não precisa ser documentada. Um show, uma peça de teatro ou uma exposição têm de ser reverenciados, lembrados, sentidos, aí tu vai se lembrar deles… […] teve uma cena nessas manifestações de rua no Brasil que eu achei sensacional: um grupo de soldados (todos fortemente armados) recuando, e a multidão avançando sobre eles com os celulares na mão, filmando. Um batalhão de câmeras! Então, talvez o lado positivo disso seja que o espaço público está muito documentado. Sempre tem alguém que filmou o assalto, o atropelamento; tem câmera na rua em tudo que é lugar… O espaço público está mais vigiado – não sei se por bem ou por mal, talvez pelas duas coisas.

O diretor Jorge Furtado [Saneamento Básico, Meu Tio Matou um Cara, Ilha das Flores, O Homem que Copiava…] à Revista da Cultura;

concert evolution...but you cell phones away...this pictures never do the experience justice.

Mike and I were JUST talking about this the other night lol

+arte&sociedade
+internet

Papagoiaba no Facebook