Arquivo da tag: o estado de são paulo

Santos ainda é uma das mais ricas, só que deixou de ser ‘top’

Santos ainda é a 6ª cidade mais rica do estado de São Paulo (na proporção de renda por habitante), mantendo a colocação de 2004 no último Índice Paulista de Responsabilidade Social – IRPS, espécie de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, elaborado pela Assembleia Legislativa com base nos dados de dois anos atrás. Quem deu a notícia foi o Oesp de hoje.

A cidade, no entanto, caiu do chamado nível top, acompanhando a tendência de outros nove municípios (ou 13%) que deixaram o Grupo 1: eram 73 em 2004 e, agora 64 em 2006, incluindo Araçatuba, no interior, outra grande cidade citada pela matéria (as condições decaíram também entre as piores: mais 12 cidades – ou 11,8% delas, passaram para o pior grupo, o 5: de 101 para 113 municípios em dois anos). Neste quesito, a capital ficou em 15º lugar.

Além da renda per capita, o IRPS também avalia longevidade e escolaridade da população para chegar ao resultado final. No primeiro destes tópicos, surpresa para quem achava Santos uma cidades de ‘velinhos’: só aparece no 570º lugar, entre os 645 municípios do Estado (Oscar Bressane – sim, isso é nome de cidade, arrebatou o topo deste ranking em específico, e até São Paulo ficou na ‘nossa’ frente, em 204º).

O pior resultado de Santos, no entanto, foi em escolaridade: derrapou do 12º lugar em 2004 para o 66º (!!) posto em 2006 (meio que vergonhoso) – ainda sim a frente da capital São Paulo, em 216º. São Caetano do Sul, na região do ABC, foi a mais bem colocada.

Outra revelação escandalosa do IRPS, e que a muito interessa aos moradores do litoral paulista, foi o pódio das cidades mais ricas: São Sebastião (1º), Bertioga (2º) e Guarujá (3º). Inacreditável. Um rápido passeio pelas três cidades revela que, para sustentar esse resultado, só mesmo a minoria bem nascida que acaba pesando sobre o grosso pobre da população.

 

A arte que abre o post é do Coletivo Action, apoiador explícito deste Papagoiaba (só dar uma checada nos comentários) e que tenta movimentar esta cidade com música e arte.

Perceberam também o ’13’ no cartaz? Pura coincidência, juro, só fui ver depois (o número corresponde ao DDD de Santos e região).

 

UPDATE: o IRPS vai ser usado para explicar a vereadores que, hum, não sabem o que é ser um vereador (!!!!!!!!!!). Vergonhoso… (via @adoteumvereador)

Anúncios

Jornal de domingo: próxima estação, Ponta da Praia

(só não sei se vai ser todo bonitão assim…)

(…) O Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista, de responsabilidade da Secretaria de Transportes Metropolitanos, e que já está em execução, prevê 19 quilômetros de linha em VLT. O sistema terá cinco terminais, três estações de transferência e 12 paradas a um custo de R$ 640 milhões, sendo R$ 430 milhões em obras civis e equipamentos e o restante em material rodante, sinalização, sistemas e garagens. A linha principal começa no Terminal Barreiros, atravessa São Vicente e depois se dirige ao Terminal Porto, em Santos. Está prevista uma extensão até o Terminal Ponta da Praia e outra até o Terminal Praça da República. O secretário José Luiz Portella garante que o VLT da Baixada entrará em testes em dezembro de 2010. [huuum, mas que cheiro de eleição no ar, minha gente boua!]

Editorial do Estadão.

Jornal de domingo: cama-cofre

Anticrise, empresa lança cama-cofre

 Um fabricante de móveis da Grã-Bretanha lançou no mercado uma cama-cofre, destinada ao consumidor que, nesta época de crise, prefere guardar suas economias literalmente debaixo do colchão do que eu um banco. “A confiança nos bancos atingiu seu nível mais baixo e as pessoas parecem realmente preocupadas com a segurança de seu dinheiro”, disse Robbie Feather, diretor da fabricante Feather & Black. Ele admitiu que a ideia surgiu como “gozação”. “Mas agora estamos confiantes que o produto vai atrair as pessoas que querem guardar dinheiro ou pertences valiosos em um local seguro.” O cofre vem disfarçado na base da cama e inclui uma tranca e uma caixa. “Coberto com um lençol ou uma colcha, o cofre pode ficar escondido dos olhares dos predadores”, afirmou a empresa. A cama está disponível nos tamanhos solteiro, duplo e king size. O tamanho duplo custa 949 libras (pouco mais de R$ 3,2 mil). 

Hoje é dia de Maria

Mulheres Notáveis

Em 8 de março comemora-se o Dia Internacional da Mulher, um momento para celebrar as conquistas políticas, sociais e econômicas do sexo feminino desde o doloroso tempo das cavernas, passando pela época dos aventais e a era das polainas na aula de aeróbica.

Ao longo da história, foram muitas as mulheres que se destacaram pela audácia e pioneirismo. Algumas permanecem anônimas. Por exemplo, Sandra Luchian, de 15 anos, da Moldávia, que não tinha dinheiro para comprar o livro de Harry Potter e passou as férias do verão de 2005 copiando-o à mão. Ela preencheu cinco cadernos com o texto de 607 páginas, discriminando os diálogos em azul e as narrações em preto, para facilitar a leitura.

Ou a americana Leslie Tipton, a pessoa que escapou mais rápido de uma mala fechada. A contorcionista conseguiu sair da bagagem em apenas 13,31 segundos e entrou para o Guiness Book. Há mulheres que carregam imensos fardos na cabeça, mulheres com 11 filhos, mulheres matemáticas, mulheres santas, mulheres fãs de Star Trek e até mulheres barbadas. Há mulheres como a sul-coreana Cha, de 68 anos, que tentou tirar a carteira de motorista 772 vezes, ou a búlgara Daniela Simidchieva, considerada a pessoas mais inteligente do mundo, com um Q.I. de 192, mas que não consegue arrumar emprego. Simdichieva é mãe de três crianças e possui cinco títulos Ph.D.: em Economia, Engenharia Industrial, Inglês e Sociologia.

Trinta e cinco mulheres já ganharam prêmios Nobel, e mais 500 foram eleitas prefeitas de cidades brasileiras nas últimas eleições. Há mulheres astronautas, mulheres-bomba, mulheres mecânicas, mulheres gordinhas e mulheres que andam o dia todo de galochas por opção profissional. São do sexo feminino as inventoras do para-brisa, do liquid paper [ou sua outra variação paulistana, ‘branquinho’, e ainda a santista/caiçara, ‘errorex’ – acredite!], do filtro de papel, das fraldas descartáveis, da lava-louças e das primeiras lentes de óculos.

Também foi mulher, lady Mary Montagu, que introduziu no mundo a vacina contra a varíola, e foi a filha de lord Byron a primeira programadora de computadores da história. No caso, Ada Lovelace utilizou seus conhecimentos de matemática avançada para ajudar Charles Babbage, inventor de um artefato analítico que é considerado o primeiro computador. Também uma mulher projetou o primeiro cinto de castidade canina, em 1903, para manter a pureza do pedigree de seus cães.

Não podemos nos esquecer da sueca que passou 27 dias com uma aranha dentro da orelha, “grande como a unha de um dedão”, e da senhora inglesa que atacou um intruso com seu gnomo de jardim. “Ele ficou estirado no chão e comecei a gritar. Voltei para a cozinha e peguei um rolo de macarrão, caso ele acordasse. Não queria quebrar outro gnomo”, disse a heroína. E, por fim, lembremos da sueca idosa que vivia com 11 cisnes em seu apartamento de 25 metros quadrados.

Mulheres notáveis, da sempre ótima Vanessa Bárbara. No Oesp de domingo.

Tem essa daqui também embaixo pra quem quiser aproveitar (#nãoéjabá #nempostpago):

Tem pouco jogo do Santos na Globo? A culpa é do presidente do clube

Plim-plim

O mesmo Estado de S. Paulo de hoje traz matéria sobre a preferência em transmitir os jogos do time pelo pay-per-view ao invés da TV aberta, o que segundo o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, se justifica do ponto de vista financeiro, graças ao considerável poder aquisitivo do torcedor santista.

Hum. Tenho quase certeza de que a torcida comum do ‘peixe’ nas periferias de Santos, São Vicente, Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Guarujá, etc, que tem na TV aberta uma de suas poucas opções de entretenimento – o que inclui a peleja do time de coração, discorda dessa mentadalidade que, se as vendas de ingresso na Vila Belmiro vão bem, e as assinaturas do PFC, melhor ainda, então tudo bem (tudo bem pra quem, cara pálida??).

O que eu desconhecia, e o texto também revela, é que Teixeira, como membro do Clube dos 13 (HÁ, mas que fina ironia, hospedado no portal Globo), é o responsável por negociar os milionários direitos para transmissão de partidas. Ele também está por trás – como é de conhecimento geral na cidade, de um canal de TV, a local Santa Cecília, aqui da baixada, que leva o mesmo nome da universidade (segunda maior da região), que Teixeira também comanda.

Ao falar em bom negócio sobre as transmissões pagas, o cartola parece menosprezar o torcedor e privá-lo de certa forma da paixão alvi-negra (sentimento esse que em teoria ‘alimenta’ o clube – entenda $$$), seja por morar longe e não poder ir à Vila ou não ter a grana pra assistir na TV.

Ainda bem que pra essas e outras existe a internet e o Justin.tv, né mesmo, minha gente boua??

Mas ‘bah’, do que eu resmungo tanto se futebol é esse grande negócio mesmo, já deixou de ser a tal da paixão faz tempos. It’s the economy, stupid.

Quer estuprar, estupra, MAS NÃO ABORTA (é a igreja quem diz)

Por que a excomungão não pode ser ampliada para o padrasto? [que engravidou a menina de 9 anos]

O padrasto cometeu um delito gravíssimo, mas tal delito, de acordo com o Direito [sic] Canônico , não é passível de excomunhão automática. O aborto é mais grave ainda.

O inacreditável arcebispo de Recife e Olinda (PE), Dom [sic] José Cardoso Sobrinho, em entrevista ao Oesp de hoje.

Se eu tivesse que destacar só um trecho nessa declaração do Dom [sic, again, quero quebrar o recorde de ‘sic’ com esse post], não conseguiria, teria que ser a resposta inteira, daí por deixar ela sem negrito.

 

*Tá bom, está com vontade sexual, estupra. Mas não mata (e percebam que ao procurar por ‘maluf estupra mas não mata’ no You Tube, surge como resultado apenas a defesa do pilantra. ‘Videowashing’???)

 

ao som de Art Brut – Just Desserts | Caio Bosco (ou seria Jorge Ben?) – Diamante (também a versão remixada pelo Emerson Tripah) e Eu Não Quero Ser Sua Garota Nunca Mais

Jornal de domingo: verdade seja dita

gilberto_mendes

(…) Era engraçado isso. Numa dessas, o Clark Gable desceu do navio [em Santos], pegou o ônibus e foi a São Paulo. A mãe de uma amiga da minha irmã chegou em casa contando que viajou do lado de um homem bonito e que todo mundo ficava encarando. Era ele, e isso nos tempos de E o Vento Levou

(…) o marido de uma de minhas irmãs, que era advogado em Santos, me disse: o que você está fazendo em São Paulo? Você não percebeu que é músico? Voltei para Santos e entrei no conservatório.

(…)

A Rússia desde cedo era para mim aquele sonho maravilhoso que infelizmente fracassou. Santos, aliás, tinha um movimento comunista muito forte, era conhecida como Porto Vermelho. Tinha uma metade com cabeça bem aberta e outra provinciana, rançosa, que é quem domina a cidade hoje, aliás.

O ilustríssimo maestro ‘caiçara’ (com todo o respeito) Gilberto Mendes, patrimônio vivo da cidade, em entrevista publicada ontém no Oesp (íntegra do texto aqui) em decorrência da autobiografia Viver sua Música, lançamento do braço editorial da livraria santista Realejo, do Zé Luíz, e que já teve o José Roberto Torero como sócio, outro bamba das letras por essas bandas.